terça-feira, 5 de julho de 2016

Dançando Sobre Vidro | Ka Hancock


Ka Hancock definitivamente conseguiu construir uma história de amor que precisa ser superada dia após dia, cheia de dramas e um pouco de sofrimento, porém, com uma lição de que sempre há uma saída, sempre podemos superar os nossos limites e somos muito mais capazes do que pensamos.

Lucy Houston e Mickey Chandler com toda a certeza entraram para a lista dos casais mais improváveis da literatura. Sim! Ela condenada a um histórico familiar de cancro da mama extremamente agressivo e Mickey com um grave transtorno Bipolar, a junção destes dois seria desastrosa, mas o destino preparou-lhes uma surpresa, e o impensável aconteceu.
Com uma escrita extremamente fluída, o livro é narrado em primeira pessoa pela perspetiva de Lucy e Mickey, o que facilita a compreensão das ações e pensamentos de cada personagem. Desta forma é possível ao leitor identificar-se e colocar-se no lugar de ambos.
Com uma história emocionante e cheia de superação, Ka Hancock envolve-nos na sua trama mostrando que nem sempre a vida segue o rumo que idealizamos, mas ainda assim somos brindados com lições e experiências que podem ser levadas por uma vida inteira.

Enfim, a história arrancou-me sorrisos, lágrimas e deu-me uma lição final: Sempre podemos mais do que pensamos poder.





Sem comentários:

Enviar um comentário

2018 ® Letícia Brito. Com tecnologia do Blogger.