sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Quando Voltares Para Mim | Margarida Rebelo Pinto


Sinopse
"Vale sempre a pena viver uma história de amor até ao fim", diz Margarida Rebelo Pinto a propósito do seu novo livro. "Quando Voltares para Mim" reúne um conjunto de cartas entre cinco mulheres. É um livro que tem borboletas e pipocas, escrito tanto com a razão como com o coração, aceitando tão bem o sonho como a realidade, refletindo sobre as relações amorosas e tudo o que está ao nosso alcance para sermos felizes, acrescenta a autora. Vale quase tudo desde que haja amor. E de que falamos quando falamos de amor?Falamos de nós e daqueles que amamos, dos nossos sonhos e segredos, medos e desejos, relembra a autora, que regressa neste livro a um dos seus registos preferidos, à semelhança de "Diário da Tua Ausência" e de "O Dia em que te Esqueci". «No amor e na guerra vale tudo? Não. A guerra dentro do amor faz-se quando é preciso, mas no fim ninguém ganha. Levar um amor para a frente só tem sentido se for levado pelos dois, se for carregado a quatro braços quando se torna pesado, até recuperar a leveza. E só se entra em guerra quando já não há paz possível.» A autora traça neste livro um mapa das relações afetivas, nas suas mais diversas formas, com seriedade, humor, lucidez e emoção em doses iguais. Catarina, Matilde, Laura, Joana e Paula relatam nas cartas que trocam entre si as suas certezas e dúvidas, segredos e confissões, e tudo aquilo que as faz continuar a acreditar que o amor pode mudar a nossa vida para sempre."

Opinião 
Com uma escrita simples, delicada, doce e acessível, este livro conta a história de vida de cinco amigas que se comunicam através de cartas. Focado, sobretudo, nos relacionamentos afetivos, este livro dá-nos uma nova perspectiva sobre o amor. 
Matilde é uma eterna (sonhadora) romântica e o livro termina da mesma forma que começa, sob a voz de Matilde que espera o seu amor e talvez seja o único ponto negativo que destaco, o facto deste livro não ter propriamente um desfecho. 
No entanto, a história fez-me querer mais e mais, talvez por isso, ansiasse um final, ou quem sabe uma continuação. 
A Margarida deixa-nos sempre com uma sensação boa quando a lemos, como se borboletas adejassem a nossa barriga, miraculosamente. E foi essa a sensação que "Quando voltares para mim" me deixou.
Para quem acredita no amor e para quem não sabe o que é o amor, este é um livro que vale a pena e deve ser lido, pela sua densidade psicológica e emocional. 
O meu agradecimento especial ao Clube do Autor por me cederem esta leitura para abordar no blogue.




Sem comentários:

Enviar um comentário